A profissão improvável

A profissão improvável

Quando contemplamos as profissões mais antigas do mundo, os pensamentos sobre civilizações antigas envolvidas em práticas únicas podem não evocar prontamente imagens de fabricação de chocolate. No entanto, faça uma viagem no tempo cerca de quatro mil anos e você se verá imerso na cativante história da antiga civilização Maia, onde o chocolate não era apenas uma guloseima, mas uma oferenda divina aos deuses. 

No coração da antiga civilização maia, há cerca de quatro milénios, a arte de fazer chocolate prosperava silenciosamente. Dentro das paredes sagradas dos seus templos, um sacerdote, que usava o duplo chapéu de guia espiritual e artesão de chocolate, desempenhou um papel fundamental na delicada preparação deste requintado elixir. Para os Maias, o chocolate não era apenas uma bebida; era uma mistura sagrada reservada para consumo divino. Este sacerdote dedicado, cujas responsabilidades se estendiam além do reino espiritual, chegando ao reino terreno dos grãos de cacau, torrou-os meticulosamente com precisão, garantindo a quantidade certa de calor para um sabor matizado. 

O processo de moagem subsequente foi uma forma de arte, transformando os grãos de cacau torrados no que seria liquidificado, dando origem à primeira bebida de chocolate do mundo – uma bebida digna dos próprios deuses. Imagina uma antiga cerimônia Maia, o ar carregado com o rico aroma de cacau torrado, enquanto o sacerdote chocolatier preparava habilmente o elixir de chocolate. 

Esta bebida divina desempenhou um papel central nas cerimónias Maias, particularmente aquelas dedicadas a oferendas e ações de graças pelas colheitas abundantes. A sacralidade do processo de fabricação do chocolate refletia a reverência com que os maias se aproximavam dos seus deuses, entrelaçando o terreno e o divino numa dança contínua de ritual e sabor.

Ao entrarmos na estação do amor e com a abundância de doces delícias de chocolate dos dias modernos, vamos fazer uma pausa para agradecer às mãos antigas que criaram esta doce sinfonia no coração da civilização Maia, enquanto oferecemos doces de chocolate àqueles que nós amamos.

Encontre aqui produtos da nossa chocolatier.